terça-feira, 8 de janeiro de 2008

NOVAMENTE...























Uma nova era
Transparente
Refaço os dias
Os laços de sempre
Que a vida me deu.
Me sinto melusa
Não, não me usa
Melhor, me despreza!
Não leva meus sonhos
Deixe as lembranças...
Vividas ou doídas
Em tons afinados
Maiores e menores
Sustenido e bemóis
Nas cordas
Nos tambores
Nas batidas
Nos bastidores
No compasso
Dos passos
Do canto
Que assanha
O coração
Que apenas ressoa.
Calma mulher, calma!!!

Dilean de Bragança



A todos amigos que me visitaram durante minha ausência, desejo que tenham tido um Natal cheio de harmonia e que 2008 seja de grande e significantes acontecimentos.
Devido os últimos acontecimentos na minha família, a perda de um irmão, esse final de ano, de festa foram momentos de mais reflexão que alegria.
JESUS NASCEU e isso nos encheu e PAZ!
DESCULPEM AUSÊNCIA!!

18 comentários:

Cáh Morandi disse...

Minhamaninha!
Linda e sensivel sempre...

ETAM!

Erika disse...

Querida, sinto muito pela sua perda. Mas tenha certeza que hoje ele é anjo de asas prateadas olhando por vcs.

Beijos e bem vinda de volta.

"Oncotô? (Erika)"

Pena disse...

Doce e estimada amiga:
Olhe, desde já os meus sinceros sentimentos pelo seu irmão. É um momento de dor sempre para todas as famílias a perda de um familiar.
Estará junto e aconchegadinho a Deus.
A sua transparência de ser e sentir é visível, linda e terna. Descortina-se no que deliciosamente é. Encantadora!
Desejo-lhe de todo o coração felicidade e harmonia.
Escreve meravilhosamnte bem. Ternos versos que arrebatam.
Olhe, tudo de bom. Demonstra um puro sentir e magnífico manusear das palavras que vivem da sua pureza.
Beijinhos amigos e transparentes de mim para si e extensivos à sua belíssima família.
Eternamente e carinhosamente

pena

Menina do Rio disse...

Estive um tempo sem Pc e acho que me atrasei nos votos de um novo e feliz ano, mas quero deixar-te meu carinho e agradecer por tua presença em meus dias.

Um ano de amor, sabedoria , indulgência, humildade e discernimento a todos nós!

Pepe Luigi disse...

Deliciosa a entoação deste maravilhoso poema.

Um beijinho

Victor Nogueira disse...

Olá
Passei para dizer-lhe que coloquei hoje tua poesia no Ao Sabor do Olhar. Nunca mais voltaste aos mes blogs, que eu desse por isso, e verifico que há muitos dias que nada colocas.
Sobe teu irmão deixo um poema de Eugénio de Andrade
O LUGAR DA CASA


Uma casa que fosse um areal
deserto; que nem casa fosse;
só um lugar
onde o lume foi aceso, e à sua roda
se sentou a alegria; e aqueceu
as mãos; e partiu porque tinha
um destino; coisa simples
e pouca, mas destino
crescer como árvore, resistir
ao vento, ao rigor da invernia,
e certa manhã sentir os passos
de abril
ou, quem sabe?, a floração
dos ramos, que pareciam
secos, e de novo estremecem
com o repentino canto da cotovia

Eugénio de Andrade

Bjo
VM

Menina do Rio disse...

Olá querida, vim te deixar um beijinho

Ni... disse...

Lindo demais o seu cantinho... parabéns pela sensibilidade...

Marisa Vieira disse...

Querida Blu,
Realeza amada...muito bom ter vc pertinho, sua sensibilidade certamente é dom Divinal!
Parabéns pelo Blog e obrigada por sua amizade em minha vida!
Te adoroooo!
Marisa

Pena disse...

Ergue com um aperto no coração e na brilhante Alma poética um nova era transparente.
Esses, os sonhos permanecerão eternamente na doçura de Ser Humano que é e que deslumbra.
Parabéns sinceros!
Quando aqui passo sinto uma sensação de satisfação e alegria perante o Ser Humano belo e grandioso que é.
OBRIGADO por existir com sentimentos tão nobres e imensos.
OBRIGADO!
Um Excelente Domingo de ternura e encanto.
Tudo de bom.
Com cordialidade e forte amizade beijinhos puros e transparentes.

pena

delusions disse...

Para deixar votos de paz.



Bjs*

Carol Mendes disse...

Que 2008 lhe traga lindas conquistas e adoráveis momentos para ficarem marcados no seu coração e lhe sirvam sempre de inspiração para continuar seu caminho. Se me permite adentrar na intimidade da perda de um irmão, passei por essa experiencia era a nossa caçulinha que se foi aos 24 anos. Algo que ficou certo é que ela era tão especial que Deus a quis mais perto e a levou, tenha certeza que o mesmo aconteceu com seu irmão. Talvez isto seja o início de uma explicação e o porque de serem e continuarem sendo tão amados. Desculpe a invasão. Beijo no coração.

Márcia Santos disse...

primeiro quero agredecer imensamente a indicação do prênmio "esse blog é feito com amor".. muito obrigada mesmo e pode ter certeza que é feito com muito amor mesmo. Em segundo lugar, ta desculpada pela ausência!!!! rsrsrsrs ... gracias!!!! grande abraço!!!

Carlos Lima disse...

Oi amiga Dilean, você é muito querida, parabéns. Amei seu blog, que reflete sua sensibilidade. Vim aqui para agradecer por aderir a campanha lançada pelo Leia-me. Estarei sempre por aqui. Abraço e sucesso.

Cáh Morandi disse...

Minhamaninha,
Saudades, te amo!

Victor Nogueira disse...

Olá
Estou lançando um novo convivio em Ao Sabor do Olhar e como não renho o teu mail aqui fica o convire e o endereço
http://osabordolhar.blogspot.com/2008/02/convvio-do-movimento-e-do-contraste_21.html
Pode repassae, ae quiser.
Bjo
VM

Dilean de Bragança disse...

Agradeço a todos amigos blogueiros e visitantes queridos, pela visita e recadinhos carinhosos durante minha ausência.
Estarei voltando já, já!
Bjus na alma de cada um.
Com todo meu carinho.

Marisa Vieira disse...

Lindona,
novamente eu por aqui, me deliciando com sua doce e tocante poesia!

beijosss

Marisa Vieira